Vila do Bispo transforma antigos celeiros em espaço cultural

Projeto de 1,4 milhões de euros concluído no início de 2019

.

Até aos anos 60 do século passado, Vila do Bispo era conhecida como o “Celeiro do Algarve”, uma vez que o cultivo de trigo ocupava grande parte do território e da atividade da sua população. Porém, com o passar das décadas, houve um gradual desinvestimento e a crise abateu-se sobre a atividade agrícola.

Originalmente construído na década de 50 do século passado, enquanto celeiro de armazenamento dos produtores locais de cereais, no âmbito da estratégia da “Campanha do Trigo”, iniciada pelo Estado Novo em 1929, o edifício dos antigos celeiros de Vila do Bispo vai ser recuperado.

.

Na semana passada, a autarquia anunciou que vai investir mais de 1,4 milhões de euros para transformar os celeiros num espaço público cultural, depois de o presidente da Câmara Municipal de Vila do Bispo, Adelino Soares, ter assinado o protocolo da empreitada designada por “Reabilitação do edifício dos antigos Celeiros em Vila do Bispo – Equipamento Público de Ação Cultural EPAC – O Celeiro da História”, que tem um prazo de execução de um ano…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 1 DE FEVEREIRO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

You must be logged in to post a comment Login