Saltos de queda livre a 480 km/h nos céus de Portimão

Aeródromo recebe Evento Mundial de Velocidade a 21 e 22 de abril

O objetivo do paraquedismo de velocidade é alcançar e aguentar a velocidade máxima através da posição do corpo durante a queda livre

O aeródromo municipal de Portimão vai ser palco, nos próximos dias 21 e 22 de abril, do Campeonato de Velocidade da Associação Internacional de Paraquedismo de Velocidade (ISSA World Series), um evento mundial de velocidade em queda livre organizado pela Paralvor (Skydive Algarve) e pela Federação Portuguesa de Paraquedismo.

Esta é a primeira vez que o evento se realiza em Portugal, sendo este o primeiro apuramento do campeonato de 2018, que contará com cerca de 50 paraquedistas de várias nacionalidades, oriundos de Portugal, Áustria, Inglaterra, Alemanha, Grécia, Suécia, Itália e Polónia.

Durante estes dois dias, serão utilizados dois aviões com capacidade para transportar simultaneamente 15 paraquedistas, que irão realizar saltos a partir dos 14 mil pés de altitude e em cerca de 13 minutos.

Modalidade não motorizada mais rápida do mundo

O paraquedismo de velocidade é a modalidade do desporto não motorizado de velocidade mais rápido do mundo. “A velocidade alcançada pelo corpo humano em queda livre é em função de dois fatores: o peso do corpo e a posição do corpo durante a queda livre”, explica a organização do evento.

“Em posição estável, com a barriga virada para a terra, a velocidade máxima atingida pelo corpo humano é cerca de 200 quilómetros por hora. Em posição estável, de cabeça para baixo durante a queda livre, o corpo humano consegue atingir uma velocidade máxima cerca de 240-290 quilómetros por hora. Se, durante a queda livre, conseguirmos uma posição perfeita, o corpo humano poderá atingir 480 km/h ou mais”, adiantam os promotores, frisando que “alcançar e aguentar a velocidade máxima através da posição do corpo durante a queda livre é o objetivo do paraquedismo de velocidade”.

JA

You must be logged in to post a comment Login