CRÓNICA DE FARO: Uma ponte pedonal na doca e…

OPINIÃO | JOÃO LEAL

Um Centro Internacional de Vela na Ilha da Culatra, que será chamado de Nuno Rocha, em homenagem ao farense campeão olímpico Nuno Rocha, foram projetos, que aguardam aprovação e comparticipação e anunciados pelo Dr. João Marques, dinâmico presidente desse símbolo do desporto náutico nacional, que é o Ginásio Clube Naval, a propósito dos 90 anos desta prestigiada agremiação.
A significativa efeméride foi, pode dizer-se, assinalada de modo formal, no decurso de festiva reunião do Rotary Clube de Faro, que assim se quis associar ao evento, com a presença dos seguidores do ideário de Paul Harris, vindos de todo o Algarve e do Governador do Distrito Rotário 1960.
Assinalado ficou esta reunião com a “emblemagem” de duas novas rotárias, ambas professoras da Universidade do Algarve, que reforça o quadro social. A palestra proferida pelo Dr. João Marques, um jovem com muitos e porfiados serviços prestados à capital algarvia, mormente como membro durante vários mandatos do executivo autárquico e que ora, veio imprimir um novo ênfase do Ginásio Clube Naval, foi um perpassar de quase um século de dedicada atividade e de revelar o futuro próximo.
A ponte pedonal será erguida sobre a doca farense, nas imediações do Centro de Ciência Viva, quase que em paralelo com a ponte da linha férrea, saindo da Rua Comandante Francisco Manuel e indo encontrar terra firme, por detrás do posto náutico do Sport Faro e Benfica, outra valorosa centenária referência desportiva de Faro, prosseguindo com um passeio pedestre até ao clube promotor.
O Centro Internacional de Vela Hugo Rocha, na Ilha da Culatra, disporá de condições para estágios, competições e escola das modalidades náuticas, incluindo os “moços e moças” daquele núcleo insular da capital algarvia, numa perfeita, objectiva e socialmente desejada interligação entre visitantes e visitados.
Faro, naquela noite rotária, aconteceu no dar de mãos entre dois servidores da comunidade local – o Rotary Clube e o Ginásio Naval!

João Leal

You must be logged in to post a comment Login