Barra de Cacela Velha: Conceição Cabrita solicita reunião ao ministro do Ambiente para avaliar danos

.

A presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita, solicitou uma reunião ao ministro do Ambiente para debater os problemas registados na península de Cacela, onde o efeito das tempestades está a afetar o cordão dunar da Ria Formosa, bem como a atividade dos viveiristas, que se viram forçados a cessar a sua atividade.

O pedido segue-se à visita de trabalho já efetuada na semana passada – onde a edil e o capitão do porto de VRSA identificaram os locais da faixa costeira mais afetados pelas tempestades que atingiram todo o Algarve – e à reunião de autarcas realizada na AMAL.

De acordo com Conceição Cabrita, no concelho de VRSA os principais estragos “registaram-se nos passadiços e zonas pedonais da praia da Manta Rota, assim como nos viveiros e barra de Cacela Velha”.

Por esta razão, a autarca já recebeu os viveiristas e a Associação de Defesa e Promoção do Património Natural e Cultural de Cacela (Adrip) para avaliar a situação e recolher contributos para minimizar os danos apontados.

“A questão da barra é seguramente um dos assuntos que vai estar em cima da mesa na reunião que irei ter com o senhor ministro do Ambiente. Neste momento, temos de avaliar como será possível conciliar a atividade balnear em Cacela Velha com a preservação da costa e do património natural”, aponta a presidente da Câmara.

Também na passada semana, a autarca e o capitão do porto de VRSA reuniram-se com responsáveis da Direção-Geral dos Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), tendo ficado acordada a reconstrução do molhe e sinalização da barra do Rio Guadiana, por parte do Estado, nas próximas semanas.

You must be logged in to post a comment Login