Itália corta na Saúde e na Educação para evitar subida do IVA para 23%

.

O Governo italiano aprovou esta noite novos cortes na Saúde e Educação e redução de pessoal da função pública para poupar 26 mil milhões de euros nos próximos três anos e evitar a subida do IVA em outubro até 23%.

De acordo com o comunicado divulgado pelo Executivo italiano, prevê-se ainda uma redução para metade do número atual de províncias, que é de 110, através de fusões e uniões.

Este pacote de medidas, que vai ainda a votos no Parlamento, prevê também um corte de 20% nos cargos de chefia da Administração Pública, de 10% nos restantes níveis e de, pelo menos, 10% do pessoal das Forças Armadas.

Por outro lado, os gastos com carros oficiais vão sofrer cortes até 50% face aos valores de 2011, estando também previstas reduções nos custos relacionados com a compra de bens e serviços no setor da Saúde.

Itália registou no primeiro trimestre do ano um défice público de oito por cento do seu Produto Interno Bruto (PIB).

You must be logged in to post a comment Login