Futebol: 100 anos de história do Lusitano sintetizados em livro

.

Lançamento da obra foi um dos últimos atos das celebrações do centenário do clube, que começaram em abril do ano passado. O historiador Hugo Cavaco voltou a ser o escolhido para realizar este trabalho, a sua quarta obra sobre a história do Lusitano

DOMINGOS VIEGAS

O Lusitano FC e a Câmara Municipal de Vila Real de Santo António lançaram no passado sábado, Dia da Fundação da Cidade, o livro “Estórias de Uma História Centenária”, da autoria do historiador vila-realense Hugo Cavaco, para celebrar o centenário do clube da cidade pombalina.

A nova obra está dividida em duas partes. A primeira destaca Francisco Gomes Socorro e José Baptista Sallas, pioneiros e fundadores do clube, já que “sem eles não existiria hoje um Lusitano centenário”, explicou Hugo Cavaco. Inclui ainda investigação sobre o futebol no Algarve, a introdução da modalidade em Vila Real de Santo António, os primeiros clubes do município, os primeiros jogos, bem como a criação do Lusitano e os seus primeiros anos de atividade.

Na segunda parte, que ocupa a última metade do livro e é denominada “Fotogramas da História Lusitanista”, é dado destaque às fotografias e às estatísticas, recordando o desempenho das diversas equipas ao longo de cada década, os presidentes, a formação, entre outras áreas. No total, é possível apreciar mais de uma centena de imagens. “Havia muito mais, mas, infelizmente, tudo tem os seus custos”, justificou o autor, frisando que a publicação desta obra “só foi possível com o suporte da Câmara”.

Antes de se iniciar a sessão de autógrafos, que decorreu logo após a sessão solene do Dia da Cidade, Hugo Cavaco fez um apelo à população para apoiar o clube, dando o seu próprio exemplo: “Sou sócio, com quotas em dia pagas antecipadamente até dezembro deste ano”, assegurou.