CRÓNICA DE FARO: Parabéns, Faro e Benfica!

OPINIÃO|JOÃO LEAL

Mais uma prestigiada agremiação algarvia, daquelas cujo brilhante historial enobrece e honra a Região, se incorpora no “Clube dos Centenários” ou seja atinge um século de meritória atividade e marca a vida regional e com reflexos no tecido nacional desportivo, associativo e cultural. Com efeito assinala no dia 28 de Agosto, próximo, o centésimo aniversário da sua fundação o eclético Sport Faro e Benfica, para as gentes minhas coevas o sempre chamado “Sport Lisboa”. Após esta efeméride alcançada por Farense, Olhanense, Portimonense, Lusitano e Esperança, temos a filial n.º 1 do campeoníssimo Sport Lisboa e Benfica, a atingir igual marco, uma referência notável na vida local e do Algarve. A todos os títulos, com a maior admiração, respeito e afeto, é devida a merecida e mais do que justa homenagem ao clube sediado noLargo de ao Pé da Cruz, após ter ocupado durante décadas e até ao inicio dos anos 50 do século passado as magníficas instalações do Teatro Lethes e o anexo parque, desde então sede da Cruz Vermelha Portuguesa. Mas nem tal rude golpe fez desparecer, como muitos o admitiam as águias farenses, que dispõem de um Posto Náutico situado junto à Doca e um currículo tão valiosoo como dos mais valiosos existentes em agremiações congéneres do Sul do País. Essa mesma acção e, para além de outras distinções, levou a que a Câmara Municipal de Faro, a 4 de Janeiro de 2011, desse o nome de “Rua Sport Faro e Benfica” a uma moderna artéria na ex – Horta do Ferregial, nas imediações do Comando Distrital da Policia de Segurança Pública, no concretizado, em termos autárquicos e na democrática representação que comporta, ensejo e reconhecimento de todos os farenses. O ecletismo da agremiação, ora centenária, tem sido uma constante ao longo dos tempos e, pedindo escusa de algumas involuntária omissão, aqui referimos algumas das modalidades praticadas pelo popular e querido (a expressão é de um adepto e ex-sócio do rival Sporting Clube Farense): atletismo, andebol, boxe, ginástica, futebol (militando para além dos escalões de formação na I Divisão Distrital em seniores), vela, canoagem, xadrez, hóquei em patins, basquetebol, ténis de mesa, ciclismo, etc., num universo e vasta panóplia que importa destacar. E, a par de tudo isto, não pudemos esquecer o que foi a vida cultural, desde o teatro (recordando-se as célebres revistas à portuguesa) à música, de que teve uma das históricas filarmónicas e ao folclore, já que se pode dizer o aplaudido Grupo Folclórico de Faro, a caminho dos noventa anos e uma presença em todos o Mundo, ali surgiu.
Se uma palavra de sentida evocação é devida aos fundadores e a quantos deram o melhor de si em prol do S.F.B. ao longo destes cem anos, queremos testemunhar, na dedicada pessoa do seu Presidente da Direcção, sr. Luís Rodrigues (“O Presidente do Centenário”), as nossas felicitações, o nosso incontestado apreço pelo valioso historial clubista e os votos de que o Sport Faro e Benfica, o aplaudido “Sport Lisboa”, de tempos idos, prossiga com a mesma determinação e empenho a servir a cidade e o desporto. Parabéns pelos cem anos de vida Sport Lisboa e Faro!

Nota: O autor não escreveu o artigo ao abrigo do novo acordo ortográfico

João Leal

You must be logged in to post a comment Login