Tornado derrubou àrvores e danificou telhados e automóveis na Altura e na Manta Rota

Automóvel destruído na Altura (foto: José Neto)

.

O temporal registado na tarde deste domingo também afetou as zonas da Altura, concelho de Castro Marim, e da Manta Rota, concelho de Vila Real de Santo António, onde se verificou “queda de árvores e de estruturas, principalmente painéis”, mas também houve “alguns telhados danificados”, explicou ao Jornal do Algarve fonte dos Bombeiros de VRSA.

“Tratou-se de um fenómeno extremo de vento, que afetou, nesta zona, principalmente a Bela Praia, na Altura, e a Manta Rota, sem causar vítimas nem desalojados”, acrescentou a mesma fonte. A EN125 chegou a estar cortada ao trânsito, na zona da Altura, devido à queda de uma árvore.

Houve ainda veículos danificados devido à referida queda de árvores e uma autocaravana tombou devido à força do vento.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), entre as 16h00 e as 17h00 a região litoral do Sotavento Algarvio “registou episódios de chuva e vento forte, que causaram impactos em estruturas e derrube de árvores, em particular nos concelhos de Faro, Olhão, Tavira, Castro Marim e Vila Real de Santo António”.

O IPMA explicou que estes eventos “estiveram associados a uma perturbação convectiva em deslocamento para este-nordeste, vinda do mar e que entrou em terra a noroeste de Faro, próximo das 16 horas, e atingiu a fronteira com Espanha, próximo das 17 horas”.

A zona de Olhão e de Faro foram as mais afetadas. O IPMA explicou que “os impactos identificados são compatíveis, pelo menos, com danos de tornado de classe F1, na escala de Fujita clássica”, ou seja, um tornado de fraca intensidade.

You must be logged in to post a comment Login