Susana Travassos fez voar a sua voz em Montemor-o-Novo

Uma reportagem de Miguel Meira em http://festivais da canção.wordpress.com

Teve ontem lugar o encerramento da 9ª Festa dos Contos realizada em Montemor-o-Novo, uma organização da Algures, com Carlos Marques e Alexandra Jesus. A noite, um pouco fria, não fazia com que as pessoas arredassem pé do Páteo dos Contos, na Biblioteca Municipal, para verem os últimos contadores de histórias e também para assistirem ao concerto de encerramento deste evento, com a brilhante voz de Susana Travassos.

Com um revés de São Pedro, dado que começou a chover, o concerto ao ar livre, mudou prontamente para o interior do espaço infantil da Biblioteca Municipal, onde num ambiente acolhedor e intimista, sem recurso a microfones ou a iluminação (apenas um candeeiro de pé iluminava as partituras), o concerto se desenrolou.

Susana Travassos interpretou ao longo da noite temas do seu repertório, da várias influências que a sua música tem, que marcam sobretudo a sua passagem durante largos anos pela América Latina (Argentina, Colômbia e Brasil). A cantora e compositora foi acompanhada à guitarra por Augusto Baschera, que também ele teve largos elogios e uma grande ovação no final da noite.

Foram oito mágicos momentos que a cantora trouxe até ao público, revelando toda a sua capacidade vocal e segurança nas suas interpretações que foram bastante aplaudidas pelo público. Do seu repertório fizeram parte temas de Ana Terra, compositora brasileira que Susana Travassos tem interpretado e até fez parte de um documentário no Canal Brasil e também outros temas brasileiros de Milton Nascimento, Danilo Caymmi ou Carlinhos Antunes e a última canção da noite foi mesmo Minha Arte, que foi celebrizada pela atriz e também cantora Lucinha Lins.

Entre os temas desta noite estava Canción Con Todos, celebrizada pela cantora argentina Mercedes Sosa, e com a qual Susana Travassos faz uma homenagem à canção latino americana. Outras homenagens estiveram ainda presentes como ao Fado, com o tema Rasga o Passado, que Amália Rodrigues celebrizou dum tema composto pelo genial Alain Oulman e também outra homenagem feito ao escritor brasileiro Guimarães Rosa, autor do célebre livro Grande Sertão: Veredas, que depois daria origem a uma minissérie e no qual está presente a expressão Viver É Perigoso Demais. Mas a maior homenagem de todas foi sem dúvida, o tema Meu Pai, dedicado a Fernando Reis, pai da cantora, este tema que será editado no seu próximo disco.

Alinhamento:
1- Água (Ana Terra)
2- Meu Menino (Danilo Caymmi / Ana Terra)
3- Blues da Madrugada (Fred Martins / Ana Terra)
4- Meu Pai (Susana Travassos)
5- Rasga O Passado (Álvaro Duarte Simões / Alain Oulman)
6- Canción Con Todos (Armando Tejada Gómez / César Isella)
7- Viver É Perigoso Demais (Susana Travassos / Carlinhos Antunes)
8- Minha Arte (Sueli Costa / Ana Terra)

Veja os vídeos que captámos deste magnífico concerto de Susana Travassos para os nossos leitores, ontem em Montemor-o-Novo.

Fonte: Festivais da Canção

You must be logged in to post a comment Login