Ministra do Mar anuncia obras no Guadiana no valor de 750 mil euros

.

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, inaugurou, esta sexta-feira, o novo cais transfronteiriço de Vila Real de Santo António. A estrutura, que entrou em funcionamento no ano passado, representa um investimento de 334 mil euros e permite o acesso a terra de viaturas e passageiros através de uma ponte com 16 metros de comprimento e 3 de largura.

Para Conceição Cabrita, presidente da Câmara Municipal de VRSA, esta é, por um lado, “uma obra fundamental para a cidade, que constitui, por excelência, uma porta de entrada no país”. Por outro lado, trata-se de “um investimento essencial para consolidar as relações culturais e económicas que sempre mantivemos com a cidade vizinha de Ayamonte”, afirma a autarca.

Durante a visita a VRSA, a ministra do Mar comprometeu-se em avançar, ainda este ano, com a recuperação do molhe da barra do Rio Guadiana, estrutura que sofreu vários danos durante as tempestades deste inverno.

A obra será levada a cabo pela Direção-Geral dos Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) e está orçamentada em 550 mil euros.

Na lista de prioridades do Governo, foi também anunciada a reconstrução do segundo cais de VRSA, por parte da Docapesca. A intervenção tem o custo de 200 mil euros e será “fundamental para conferir mais atratividade e condições de segurança a todas as empresas marítimo-turísticas que operam no Guadiana”, afirma a presidente da Câmara Municipal de VRSA.

No final da cerimónia, Ana Paula Vitorino anunciou a intenção de avançar com a segunda fase da dragagem do Rio Guadiana, no troço entre Alcoutim e o Pomarão. O concurso deverá ser lançado este ano e está avaliado em 870 mil euros. Estima-se que a operação possa começar em 2019.

You must be logged in to post a comment Login