Castro Marim: Fotografias de Telma Veríssimo mostram desertificação e despovoamento do interior

.

A nova exposição da Casa do Sal, de Castro Marim, denominada “Viagem Interior – Desertificação e Despovoamento no Algarve” e construída a partir do documentário fotográfico realizado pela fotógrafa Telma Veríssimo entre 2016 e 2017, estará patente até ao final de março.

Com casa cheia, aliada à viagem pela difícil realidade da serra algarvia, a inauguração contou com a presença de artesãos a trabalhar ao vivo, numa representação da autenticidade e caráter do interior, mas também como forma de chamar a atenção para a preservação deste legado imaterial do nosso património.

Os trabalhos reunidos aludem aos impactos das alterações climatéricas na fauna e na flora da serra algarvia. A subida da temperatura, as ondas de calor e as secas provocaram alterações nos solos e a biodiversidade fragilizou-se.

A população, que outrora conseguia viver da agricultura, fugiu para o litoral, à procura de melhores condições de subsistência, e hoje o envelhecimento da população é um dos retratos mais veementes do interior, aliado à perda das tradições, um dos pilares da identidade destas comunidades.

Telma Veríssimo é fotógrafa profissional desde 1993 e, até 2006, colaborou regularmente com publicações regionais e nacionais, entre as quais o Jornal do Algarve, Público, Diário de Notícias, revista Casas de Portugal e Jornal Barlavento.

A exposição pode ser visitada, todos os dias, entre as 10h00 e as 13h00 e entre as14h00 e as 18h00. Esta iniciativa conta com o alto patrocínio da Assembleia da República e os apoios da Direção Regional de Cultura do Algarve, programa 365 Algarve, Turismo de Portugal, Águas do Algarve, Câmara Municipal de Castro Marim, Associação Odiana e marca Natural.PT.

You must be logged in to post a comment Login