Baía de Armação de Pêra é paraíso para biólogos e mergulhadores

Câmara defende classificação de área marítima protegida

.

A baía de Armação de Pêra é considerada um paraíso para biólogos marinhos e mergulhadores, servindo de casa a mais de 800 espécies. Este recife natural estende-se por cerca de 12 quilómetros e é estimado ser um dos maiores em Portugal.

Nesse sentido, a Câmara de Silves defende a classificação da baía de Armação de Pêra como “Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário”. Essa intenção foi manifestada, na semana passada, num documento enviado à Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, no âmbito da discussão pública do Projeto do Plano de Situação do Ordenamento do Espaço Marítimo Nacional, que está em curso.

“Preservar a baía de Armação de Pêra e o seu ecossistema ímpar no contexto da costa marítima portuguesa, assim como promover a economia azul”, foram as grandes preocupações manifestadas pela Câmara de Silves.

Para além disso, a autarquia silvense dá nota da sua oposição à prática de aquicultura naquele local, bem como à realização de manchas de empréstimo para alimentação artificial da zona costeira (extração de areias), imersão de dragados e outras atividades de igual risco.

A Câmara de Silves refere, também, neste documento, que se opõe à prospeção e exploração de gás e petróleo na costa algarvia, estando solidária com as posições públicas assumidas nesse sentido pela Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL).

NC|JA

You must be logged in to post a comment Login