Algarve tem 3 hospitais públicos e 7 privados

Única região do Continente onde unidades do SNS estão em minoria

Apesar de serem menos de metade, os hospitais públicos continuam a prestar a maior parte dos cuidados de saúde na região

O número de hospitais e clínicas privadas na região algarvia disparou na última década. Enquanto no resto do país a maioria dos hospitais pertence ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), no Algarve predominam as unidades privadas: das dez unidades hospitalares da região, três são públicas e sete privadas. Ainda assim, são os hospitais públicos que asseguram a maior parte dos cuidados de saúde na região

 

O número de hospitais privados cresceu em todo o país, nos últimos dez anos, revelam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). Mas enquanto no Continente a maioria das unidades de saúde continua a pertencer ao Serviço Nacional de Saúde, a situação é bem diferente no Algarve, que já conta com sete hospitais privados, mais do dobro dos do setor público (três).

Segundo o INE, em todo o país existem 225 hospitais, sendo que 114 pertencem aos serviços oficiais de saúde e 111 são privados (49,3%). Só no Algarve – com sete hospitais privados e três públicos – e nas regiões autónomas da Madeira (seis privados e três públicos) e Açores (cinco privados e três públicos), é que predominam os hospitais privados.

A região algarvia conta no SNS com as unidades hospitalares de Faro, Portimão e Lagos (além da unidade especializada do Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul, em São Brás de Alportel).

Já os privados são donos de sete hospitais no Algarve: Hospital Particular do Algarve – Alvor (Portimão), Hospital Particular do Algarve – Gambelas (Faro), Hospital São Camilo em Portimão e Hospital São Gonçalo de Lagos – todos do Grupo HPA Saúde –, os hospitais Lusíadas em Albufeira e Faro, assim como o Hospital de Loulé.

Para além destas unidades hospitalares, existem ainda dezenas de clínicas privadas espalhadas por quase todos os concelhos do Algarve, desde Aljezur a Vila Real de Santo António.

SNS assegura maior parte dos cuidados de saúde

Apesar do “forte crescimento” que o setor privado tem evidenciado, o INE frisa que os hospitais do setor público continuam, ainda assim, a assegurar a maior parte dos cuidados de saúde, já que o centro hospitalar algarvio dispõe de mais camas que os privados…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 21 DE JUNHO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

You must be logged in to post a comment Login