VRSA: Correção na contagem de votos dá empate entre PSD e oposição na assembleia

José Carlos Barros

.

Uma informação incorreta transmitida na noite domingo à Comissão Nacional de Eleições (CNE), por um dos delegados a uma das mesas de voto localizadas em Monte Gordo, originou que os resultados oficiais dessem a vitória sem maioria ao PSD, na votação para a Assembleia Municipal de Vila Real de Santo António. Mas, afinal, sociais democratas e oposição ficaram empatados em número de deputados municipais.

O responsável por dar a informação à CNE atribuiu, por engano, os votos da CDU ao Bloco de Esquerda e os desta força política aos comunistas. A situação foi corrigida ao final do dia desta terça-feira (embora a esta hora ainda não tivesse sido efetuada a alteração no site da CNE) e, pelo método D’Hondt (utilizado para calcular a atribuição de mandatos), o Bloco “perdeu” o único deputado municipal que lhe tinha sido atribuído naquele concelho e o PSD ficou com mais um.

Assim, o PSD passa a ter 10 mandatos em vez de nove. E a oposição passa de 12 para 11 (sete do PS e quatro da CDU). Mas como os presidentes das freguesia também integram as assembleias municipais, em Vila Real de Santo António há empate entre o PSD e a oposição no número de mandatos (12+12), já que os sociais democratas ganharam duas juntas e o PS uma.

Assim, mesmo que a oposição proponha um presidente diferente, José Carlos Barros (PSD) deverá continuar a presidir a assembleia municipal, já que a escolha do presidente será decidida para o lado da força que obteve mais votos nas eleições de domingo (para aquele órgão), ou seja, o PSD.

You must be logged in to post a comment Login