Volta a Portugal em motas dos anos 60 e 70 com partida em Silves

.

A cidade de Silves é palco esta quarta-feira, dia 6 de junho, da partida da Volta a Portugal em 80 horas. Este é uma prova exclusiva para motorizadas até 50cc e proprietários apaixonados por clássicos.

A concentração dos participantes está marcada para as 18h00 na Praça Al´Mutamid, no mesmo lugar onde às 20h00 será dada a partida.

Esta aventura será a realização de quase 2.000 quilómetros com motorizadas de 50cc e com idade superior a 30 anos em menos de 80 horas.

São 11 os (corajosos) participantes que irão percorrer Portugal de norte a sul com algumas das motorizadas que fizeram sucesso em Portugal nos anos 60 e 70.

A marca mais representada é sem dúvida a Zundapp com seis participantes. Desde a mítica XF17 às Efs, Macal e KS50. Duas “vespas” quebram a hegemonia das motos nacionais.

Talvez o maior contraste se encontre entre as motorizadas de marca Sachs. Um modelo bem conhecido como a V5 não podia faltar. Quanto às duas restantes motorizadas da marca Sachs, uma é a Formula 1, preparada para competição de velocidade e outra é uma tranquila Sachs Lebre.

O objectivo só será atingido se chegarem ao fim todas as motorizadas e em conjunto.

Segundo as palavras de Nelson Gonçalves, organizador e também participante, “…isto não é um passeio, nem uma corrida é uma prova de resistência para as máquinas que adoramos. Para os participantes é uma prova à paciência e à capacidade de entre ajuda. As dificuldades para atingir o objectivo vão ser grandes se atendermos a que a primeira etapa tem 700 quilómetros percorridos de noite. São mais de 20 horas a rodar seguido, numa altura em que está muito frio e com motos bem diferentes entre elas”.

Os participantes têm consciência dos perigos que poderão encontrar na estrada e irão respeitar todas as regras de condução e código da estrada.

A organização acredita que o objectivo irá ser atingido e que a volta a Portugal em 80 horas será uma realidade para todos os participantes.

Programa:

Primeira etapa (dia 6):
Silves – Fontes / Sta. Marta de Penaguião
(O percurso de 720 quilómetros será realizado durante a noite pela Estrada Nacional2)

Segunda etapa (dia 7):
Fontes / Santa Marta de Penaguião – Coimbra
(A partida será cedo para cumprir a etapa de dia com um total de 420 quilómetros)

Terceira etapa (dia 8):
Coimbra – Bombarral
(Esta é a etapa mais curta desta aventura com 200 quilómetros que serão percorridos sempre pela zona litoral)

Quarta etapa (dia 9):
Bombarral – Silves
(A última etapa tem 500 quilómetros de extensão e marca o regresso à cidade de Silves… em 80 horas!?)

NC|JA