Universidades não formam informáticos suficientes para a oferta

.

Pode parecer contraditório num país onde a taxa de desemprego já vai nos 15,4%, mas Portugal parece ter uma lacuna de licenciados em Tecnologias de Informação e Comunicação.

Nesta que é uma das áreas mais dinâmicas do país em matéria de recrutamento, já há dificuldade em conseguir dar resposta a todas as ofertas de emprego por falta de profissionais. (artigo completo em expressoemprego.pt)