Ria Formosa: CDS questiona Governo sobre aplicação de medidas de proteção ao pepino-do-mar

Teresa Caeiro (CDS-PP)

.

Os deputados do CDS-PP Teresa Caeiro, eleita pelo Algarve, Patrícia Fonseca, Ilda Araújo Novo, Hélder Amaral e Álvaro Castello-Branco questionaram o ministro do Ambiente e a ministra do Mar para saber se já foi aplicada a resolução da Assembleia da República que recomenda ao Governo que inclua o pepino-do-mar na lista de espécies referenciadas no Regulamento da Apanha.

Aqueles parlamentares querem ainda que o Governo explique que ações de fiscalização têm sido levadas a cabo pelas autoridades competentes e com que eficácia.

Em 1 de junho de 2017, o plenário da Assembleia da República aprovou por unanimidade a resolução da Assembleia da República (n.º 156/2017) que recomenda ao Governo que inclua o pepino-do-mar, espécie Holothuria arguinensis, na lista de espécies referenciadas no Regulamento da Apanha.

A resolução teve origem num projeto apresentado pelo CDS-PP, que recomendava ao Governo a elaboração de um plano de fiscalização e gestão ambiental dirigido ao pepino-do-mar. Incluia a adoção de medidas de conservação e recuperação do seu habitat que assegurem a sustentabilidade da espécie, e a avaliação da possibilidade de inclusão do pepino-do-mar na lista de espécies referenciadas na Portaria que regulamenta a apanha de animais marinhos, com a atribuição de um número de licenças limitado e um defeso, ou, se necessária, a sua inclusão nas listas de espécies cuja detenção e transporte, além da captura, é proibida nos termos legais.

No entanto, em dezembro, o perigo de extinção do pepino-do-mar foi mais uma vez tema de destaque na imprensa a propósito de um novo alerta por parte de investigadores do Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve, num artigo publicado no “Ocean and Coastal Management Journal”.

You must be logged in to post a comment Login