Produtores de vinho do Algarve colocados no mapa

Projeto da Comissão Vitivinícola arrancou na BTL

O mapa da região vitivinícola irá estar em distribuição em diversos locais da região ligados ao setor e à promoção turística

Trinta e quatro produtores, distribuídos por oito concelhos, constam do “Mapa dos Produtores da Região Vitivinícola do Algarve”. A ideia é facilitar as visitas às adegas e vinhas da região, contribuindo também para a rentabilização dos negócios e dos espaços

 

Fomentar o enoturismo e facilitar o acesso às adegas, quintas e espaços de visita dos produtores algarvios, é o grande objetivo do “Mapa dos Produtores da Região Vitivinícola do Algarve”, que foi divulgado pela Comissão Vitivinícola do Algarve (CVA), na semana passada, na abertura da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa.

Após a apresentação do projeto no final do ano passado, a CVA realizou assim a primeira distribuição do mapa dos produtores algarvios, no stand do Turismo do Algarve na BTL.

“O mapa da região vitivinícola tem uma tiragem de 10 mil exemplares e irá estar em distribuição em diversos locais da região ligados ao setor e à promoção turística, constituindo uma ferramenta útil para que os interessados consigam visitar as adegas e respetivas vinhas, como usufruir dos serviços associados (loja, restauração, etc.)”, acentua o presidente da CVA, Carlos Gracias.

O responsável acrescenta que esta também é uma forma de os produtores rentabilizarem os seus negócios e respetivos espaços, “pois boa parte deles têm excelentes condições para a receção de eventos, turistas ou grupos locais”.

Durante a sessão de apresentação na BTL, Carlos Gracias referiu que “o mapa contém 34 produtores distribuídos por oito concelhos, constando, para além dos contactos, as coordenadas GPS e valências disponíveis, sendo o acesso à informação online agilizado com a disponibilização de QR codes”.

O presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva, usou da palavra no fim da sessão, destacando que “são iniciativas como estas que ajudam a proporcionar uma experiência mais agradável aos visitantes do Algarve, sobretudo na vertente do enoturismo, que está a crescer na região, e que a isso se deve, também, à qualidade dos vinhos e do trabalho dos seus agentes económicos”.

NC|JA

You must be logged in to post a comment Login