Portimão acolhe “o maior debate empresarial” sobre barlavento

60 entidades vão discutir potencial, problemas e soluções

O museu de Portimão será palco, no próximo dia 24 de fevereiro, das jornadas “Economia do Barlavento em Debate – Potencial, Problemas, Soluções”

A associação empresarial Algfuturo – União Pelo Futuro do Algarve, criada em 2015 pelo antigo presidente da Câmara de Faro José Vitorino, vai promover, no próximo dia 24 de fevereiro, no museu municipal de Portimão, a iniciativa “Economia do Barlavento em Debate – Potencial, Problemas, Soluções”.

Segundo o líder da Algfuturo, este será “o maior e mais participado debate económico-empresarial sobre o barlavento algarvio”, estando previstas cerca de 60 intervenções de várias entidades públicas e privadas, distribuídas por oito painéis, moderados por docentes da Universidade do Algarve.

A organização, repartida pela Algfuturo e Câmara Municipal de Portimão, conta ainda com a participação do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e do secretário de Estado das Pescas, José Apolinário.

As jornadas incluem também a participação de 25 associações que ajudarão a fazer “uma reflexão e procura de novos caminhos” para a zona que abrange os concelhos de Aljezur, Lagoa, Lagos, Monchique, Portimão, Silves e Vila do Bispo.

Entre os oradores estarão vários deputados, presidente do Turismo de Portugal, presidente da Docapesca, presidente da CCDR Algarve, presidente da AMAL, presidentes de câmara e outros autarcas, presidente da Região de Turismo, autoridades marítimas e proteção civil.

“É um dia inteiro em que tudo estará em debate, equacionando-se as questões estratégicas e a saúde em particular e os setores do turismo/cultura/desporto, mar/pescas, agricultura/florestas (em especial a problemática dos incêndios). Os maiores especialistas percorrem também os caminhos da inovação, formação e emprego”, remata a associação liderada por José Vitorino.

JA