Papa Francisco vai dar nome a uma avenida de Quarteira

.
.

Numa altura em que um movimento de cidadãos está a tentar trazer o Papa à Festa da Mãe Soberana, em Loulé, em 2017, a Câmara Municipal de Loulé aprovou o batismo de uma nova avenida entre a avenida Francisco Sá Carneiro e a avenida de Ceuta, na cidade de Quarteira, como Avenida Papa Francisco.

A nova artéria será inaugurada no próximo dia 28 de novembro, pelas 10h30.

A atribuição do nome do líder da Igreja Católica a esta nova artéria “exprime o reconhecimento pelo papel que o Papa Francisco tem desempenhado em prol de um mundo mais humano e mais fraterno”, explica a autarquia.

Para os responsáveis autárquicos, trata-se de uma individualidade “da maior credibilidade e de relevo universal, que no seu magistério papal tem vindo a acentuar os grandes temas da atualidade como fundamentais para o desenvolvimento social, económico e cultural da humanidade”.

“A atribuição do antropónimo do Papa Francisco à nova avenida de Quarteira está em linha com as muitas vias que este pontificado tem aberto no pensamento e com a afirmação da cidade como espaço de culturas, de potencialidades económicas e de desenvolvimento social integrado”, acrescentam os responsáveis municipais.

A preocupação do Sumo Pontífice pelas questões ambientais é também uma das razões da escolha do nome desta avenida urbana, num momento em que a autarquia de Loulé está fortemente empenhada no projeto ClimAdapt  (programa de adaptação às alterações climáticas).

A forte liderança religiosa e ética do Papa Francisco tem-se batido contra a indiferença dos seres humanos para com o meio ambiente que os envolve, mobilizando todos os credos para o urgente “desafio de proteger a nossa casa comum”.

Na Carta Encíclica “Laudato Si”, em que se expressa “a preocupação em unir a família humana na busca de um desenvolvimento sustentável e integral”, são abordados temas como a economia agrícola, a biodiversidade e o planeamento urbanístico.

O primeiro Para nascido no continente Americano

Jorge Mario Bergoglio nasceu em Buenos Aires, Argentina, a 17 de dezembro de 1936, filho de emigrantes piemonteses. Diplomou-se como técnico químico e depois escolheu o caminho do sacerdócio, entrando no seminário diocesano de Villa Devoto e tendo sido ordenado sacerdote a 13 de dezembro de 1969.

Tornou-se Arcebispo de Buenos Aires, em 28 de fevereiro de 1998, e foi elevado ao cardinalato em 21 de fevereiro de 2001, com o título de cardeal presbítero de San Roberto Belarmino. Foi eleito Papa em 13 de março de 2013, tornando-se o 266.º Papa da Igreja Católica e atual chefe de Estado do Vaticano, sucedendo ao Papa Bento XVI que abdicou do papado em 28 de fevereiro de 2013.

É o primeiro Papa nascido no continente americano e também o primeiro latino-americano, o primeiro pontífice do hemisfério sul, o primeiro Papa a utilizar o nome de Francisco, o primeiro pontífice não europeu em mais de 1200 anos. É também o primeiro Papa Jesuíta da história.

O Município de Loulé mantém uma boa relação com a embaixada da Argentina em Portugal, testemunho da afirmação da relação ibero-americana que “importa fortalecer, a bem dos Povos”, frisa a autarquia.

“O reconhecimento daqueles que enriquecem a Humanidade com o seu exemplo inspirador, as ideias e a ação transformadora são fundamentais para a vivência do presente e para a construção de um futuro melhor. É por isso que, em Loulé, preservamos a memória coletiva, recuperamos o património e reconhecemos o mérito de quem ousa querer contribuir para um mundo melhor”, consideram ainda os responsáveis da Câmara Municipal de Loulé.

.

.

.

You must be logged in to post a comment Login