Obras atrasadas em escolas põem crianças em risco

.

Início do ano letivo vai ser “negro” para milhares de alunos na região.

A requalificação dos estabelecimentos de ensino já deveria estar estar concluída na maioria dos municípios algarvios, mas o cenário de quem visita as escolas é bem diferente do que o previsto no projeto. As obras sem fim à vista podem colocar em perigo milhares de alunos e estão a revoltar professores e autarquias…

(Toda a informação na próxima edição em papel do Jornal do Algarve – dia 26 de julho)

NC/JA