Macário recorre para o Tribunal Constitucional e mantém-se em funções

.

O Supremo Tribunal Administrativo confirmou a perda de mandato do autarca de Faro.

O Supremo Tribunal Administrativo confirmou esta quinta-feira a perda de mandato de Macário Correia, mas o presidente da Câmara de Faro já disse que vai recorrer para o Tribunal Constitucional.

O autarca diz-se de “consciência tranquila” e garantiu que até haver uma decisão dos juízes do Constitucional vai manter-se com normalidade à frente da autarquia.

O processo remonta a 2006, quando Macário Correia era presidente da Câmara de Tavira, cargo que desempenhou entre 1998 e 2009. Segundo o STA, como presidente da câmara, Macário Correria terá aprovado vários projectos que violavam as diretrizes do Plano Regional do Ordenamento do Território do Algarve.