Explosão em Castro Marim: Mãe pode ter ateado fogo ao quarto

.

Luciana Garcia, a médica dentista que morreu ontem em Castro Marim (Algarve) com os dois filhos, na sequência de uma explosão, terá regado a mobília com gasolina e ateado fogo. As crianças morreram com a mãe num quarto, segundo adianta esta quinta-feira o Correio da Manhã.

A explosão que conduziu à morte da médica dentista de nacionalidade brasileira e dois dois filhos está a ser investigada pela PJ de Faro, auxiliada por peritos do Laboratório da Polícia Científica, tendo concluído que não existiu intervenção de terceiros no fogo posto.

  • A Romeira

    vejam a crise social que temos, esta senhora sempre me pareceu uma pessoa com bons principios, termina desta forma levando consigo os filhos, nos próximos anos, infelizmente, muitos terão o mesmo fim.
    Esta conversa foi-me feita por um especialista em psicologia criminal à cerca de dois anos, agora acredito em tudo o que me disse.