Derrocadas de arribas podem acabar em tragédia

.

Autoridade Marítima pede à população que se afaste das arribas e de zonas de costa rochosas devido ao mau tempo, “evitando passeios tanto junto à base, como no topo destes locais”. Na memória de muitos ainda está a derrocada de uma arriba, em 2009, que causou a morte a cinco pessoas em Albufeira, no acidente mais grave deste tipo registado até hoje em Portugal

 

A Autoridade Marítima alerta a população para o “perigo iminente” de derrocada de arribas na região algarvia, por estas encontrarem-se “bastante instáveis” devido ao mau tempo que se tem feito sentir nos últimos dias.

“Algumas arribas e costas rochosas foram alvo da ação direta das ondas do mar e de infiltrações provocadas pela chuva, o que acabou por provocar um grande deterioramento das mesmas”, refere um comunicado da Autoridade Marítima divulgado no início desta semana. Curiosamente, horas depois deste aviso, uma das arribas da praia dos Careanos, em Portimão, desabou sobre o areal, sem causar vítimas.

A queda desta arriba na praia dos Careanos foi o 18º desmoronamento registado na costa do barlavento algarvio desde o início do temporal, revelou a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Devido a este perigo, que afeta em particular a costa algarvia, as autoridades alertam toda a população para que se afaste das arribas e de zonas de costa rochosas afetadas, “evitando passeios tanto junto à base, como no topo destes locais, devendo cumprir e respeitar a sinalização e as indicações das autoridades”…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 8 DE MARÇO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

You must be logged in to post a comment Login