Consórcios param obras nas estradas do Alentejo e Algarve

.

Negociações com a Estradas de Portugal para cortar investimentos são uma incógnita e concessionárias resolveram ontem parar todas as obras.

O “Diário Económico” escreve que as obras nas concessões rodoviárias do Baixo Alentejo e do Algarve Litoral foram totalmente suspensas a partir de ontem, soube o jornal junto de diversas empresas ligadas aos consórcios. A decisão saiu há cerca de três semanas da liderança dos Agrupamentos Complementares de Empresa (ACE) que integram os dois consórcios e foi comunicada aos diversos parceiros.

É uma medida que está diretamente relacionada com o processo de conversações que as subconcessionárias têm em curso com a Estradas de Portugal (EP) e em que os bancos financiadores terão uma palavra decisiva. “É uma medida de bom senso e de boa fé, numa altura em que se está a negociar uma redução do âmbito das concessões. Não faz sentido que se crie uma situação de se fazer avançar obras que possam fazer parte do objeto de redução da própria concessão”, sublinhou Pedro Gonçalves, presidente executivo do fundo de investimento Vallis, que assimilou a Edifer, líder das duas concessões em causa.