Algarve condenado a ficar sem novo hospital por muitos anos

Proposta de OE 2018 sem qualquer verba para a região

Apesar das promessas de vários governos, a nova unidade de saúde continua “escondida na gaveta”

O novo hospital central prometido há mais de 11 anos para a região vai continuar na gaveta por muitos anos. Para 2018, o Governo estabelece como prioridade a construção de quatro hospitais no país, mas nenhum deles é no Algarve. Isto apesar de, já em 2006, um estudo técnico ter colocado o Hospital Central do Algarve no segundo lugar das prioridades de novos hospitais

A proposta do Orçamento de Estado (OE) para 2018 contempla a construção de quatro hospitais – em Lisboa, Seixal, Évora e Sintra –, mas não contempla qualquer verba para a região algarvia. Isto significa que, até ao final desta legislatura (2019), o Hospital Central do Algarve vai continuar na gaveta. Ou seja, até que o projeto seja aprovado e as obras arranquem no terreno deverão faltar ainda muitos anos…!

A nova unidade de saúde prevista para o Parque das Cidade, em Faro, que já teve direito ao lançamento da “primeira pedra”, continua assim sem qualquer dotação para a sua construção.

A construção do novo hospital foi dado como prioritário em maio de 2006, quando o então primeiro-ministro José Sócrates anunciou pela primeira vez a obra…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 16 DE NOVEMBRO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

You must be logged in to post a comment Login