419 euros/mês para firmas que contratem desempregados

Medida de apoio entra esta terça-feira em vigor e tem como objetivo criar 56 mil empregos.

Segundo adianta a edição de hoje do “Correio da Manhã”, o Estado vai pagar às empresas que contratem jovens desempregados de média e longa duração, financiando até 60 por cento do salário, num teto máximo de 419,22 euros mensais.